Cronologia da Destruição: riscos do governo Bolsonaro e o que fazer para pacificar o País

Notícias

Cronologia da Destruição: riscos do governo Bolsonaro e o que fazer para pacificar o País

Até onde pode ir a crise democrática do governo Jair Bolsonaro? As ideias fiscalistas, autoritárias e neoliberais vão tirar da sociedade brasileira conquistas históricas? Há algo que possa ser feito?! É este o resumo da coletânea de 17 artigos de Antônio Augusto de Queiroz reunidos pela Afipea como o quarto número da série “Pílulas de Bom Senso“. O objetivo da coleção é, em meio mar de notícias, fake news, informação e desinformação, analisar com cautela os fatos e fomentar um debate de alto nível sobre o Brasil atual.

Clique aqui para ler a publicação “Cronologia da Destruição: riscos do governo Bolsonaro e o que fazer para pacificar o País”

Jornalista, consultor, analista político e diretor do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamenta (Diap), o autor descreve a ascensão de antagonismos, da desinformação e da divisão ideológica artificialmente radicalizada. “É nesse contexto que se torna fundamental a articulação e a unidade de ação das forças progressistas, tanto na sociedade quanto no Parlamento, para evitar esse retrocesso nas políticas sociais”, opina.

Para Antônio Queiroz, o ano de 2021 é de travessia. “Se conseguirmos impedir o desmonte do Estado de Bem Estar Social, evitaremos tanto a reeleição de Bolsonaro quanto o risco de que o futuro presidente, se não for do campo popular, dê continuidade às tentativas de demolição das instituições de freios e contrapesos e das políticas públicas de proteção social”, conclui.

Clique aqui e acesse as Pílulas de Bom Senso

Clique aqui para ler as Notas Técnicas da Afipea

Clique aqui para conferir os Cadernos da Reforma Administrativa