Contra reformas carreiras de Estado vão intensificar Greve Geral do dia 30 de junho

Notícias

Contra reformas carreiras de Estado vão intensificar Greve Geral do dia 30 de junho

Apesar da atual conjuntura política e econômica do país, o governo federal insiste na aprovação das reformas da Previdência (PEC 287/2016), que está na Câmara dos Deputados, e da reforma Trabalhista, que esta semana está em pauta no Senado Federal. Diante deste cenário, as entidades que compõem o Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate) aprovaram em Assembleia Geral, realizada na tarde desta terça-feira (6), o apoio à Greve Geral que será realizada no próximo dia 30 de junho.

“Nossa luta contra essas reformas e qualquer outra que retire direitos dos trabalhadores brasileiros é contínua. Vamos nos unir a toda sociedade para dizer não à reforma da Previdência e à reforma Trabalhista”, ressaltou o presidente do Fonacate, Rudinei Marques.

Serão realizados atos em todo o Brasil na luta contra as reformas, pelo combate à corrupção e outras pautas. Em breve divulgaremos a agenda de concentração em todo o país.

Negociação Coletiva – A deputada e líder do partido Alice Portugal (PCdoB/BA) também participou da reunião do Fórum para defender o Projeto de Lei (PL) 3831/2015, que estabelece normas gerais para a negociação coletiva na administração pública.

Alice é a relatora da matéria na Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público (CTASP) na Câmara dos Deputados. “Tendo em vista a atual conjuntura do país e reformas que visam prejudicar sobremaneira o funcionalismo público, esse PL é uma contraofensiva nesse momento. Precisamos regulamentar minimamente a negociação coletiva no setor público”, defendeu a parlamentar.

Para a deputada, esse ainda não é o projeto ideal. “Mas, é um começo para darmos garantias aos servidores públicos em suas negociações com os governantes”, ponderou.

O projeto veio do Senado, deve ser votado na CTASP até a próxima semana e seguir para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara. Se não houver alteração em nenhuma das comissões e for aprovado, segue direto para sanção presidencial.

Rudinei Marques destacou a importância da matéria para dar celeridade às negociações dos servidores e disse que o Fonacate está à disposição para colaborar para que o PL 3831 seja aprovado o mais rápido possível.

A lei de conflito de interesses e regulamentação da Lei do Lobby também foram pautas da reunião. O Conselho Executivo do Fonacate tem audiência com o ministro interino da Transparência e Controladoria-Geral da União, Wágner Rosário, e com representantes do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão para debater as matérias.

Fonte: Fonacate