Novo presidente da Afipea Sindical, Alexandre Cunha, é empossado

Notícias

Novo presidente da Afipea Sindical, Alexandre Cunha, é empossado

Na manhã desta quinta aconteceu na marquise do prédio do Ipea a solenidade de posse do novo presidente​, da diretoria e conselhos​ da Afipea e Afipea-Sindical. O evento contou com a presença de membros do Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado (Fonacate), da Afipea-Rio de Janeiro, do escritório de advocacia Torreão Braz e ipeanos.

Lucas Benevides, agora membro suplente ​do conselho deliberativo, aproveitou a ocasião para agradecer o apoio de todos nos últimos dois anos e ressaltar algumas conquistas como o registro sindical e a negociação salarial. A presença do diretor de desenvolvimento institucional do Ipea, Rogerio Boueri, foi engrandecida com suas palavras. Apesar das divergências, que são naturais, Boueri enfatizou a importância do diálogo. “Espero que nos próximos anos possamos manter canais de diálogo abertos para que prosperemos também como pessoas”, ressaltou o diretor.

A palavra então foi passada ao presidente empossado​, Alexandre Cunha, que começou o discurso reafirmando alguns compromissos de gestão e dizendo que os ipeanos devem ser tratados como únicos por representarem o Estado. Cunha reiterou o compromisso do diálogo permanente com outros sindicatos e associações e com uma gestão democrática e transparente, citando a solenidade como exemplo. “A solenidade ao ar livre pretende ser um exemplo da gestão aberta e acessível a todos”, exaltou.

Além destes compromissos, Cunha também reafirmou o empenho permanente nos interesses dos servidores do Ipea tanto ativos quanto inativos com ações parlamentares. “Por fim, o compromisso da nova diretoria da Afipea é com uma gestão colegiada tanto em Brasília quanto no Rio, de construção da gestão mesmo que supostamente, tenhamos uma hierarquia”, afirmou Alexandre Cunha.

Ademais, o vice-presidente da regional Rio de Janeiro, Salvador Werneck fez o uso da palavra. Citou as turbulências dos últimos anos ​e ​agradeceu a Lucas Benevides por ter assumido a gestão da Afipea e Afipea-Sindical com integridade. Ele também enalteceu o diálogo como melhor instrumento de resposta a embates e reafirmou palavras ditas por Cunha. “Estaremos sempre em defesa das carreiras e servidores. Esta é nossa maior prioridade”.

As palavras de incentivo do novo presidente ​confirmaram que os próximos anos serão de muito trabalho e construção junto aos novos diretores e conselheiros.