Servidores denunciam Paulo Guedes em Comissão de Ética

Notícias

Servidores denunciam Paulo Guedes em Comissão de Ética

Servidores vinculados ao Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado (Fonacate) protocolaram hoje, na Comissão de Ética Pública da Presidência da República, uma denúncia contra o Ministro Paulo Guedes. Os funcionários públicos reclamam a declaração do Ministro, ocorrida em 7 de fevereiro, quando comparou o Estado brasileiro a um “hospedeiro” e os servidores a “parasitas”.

Clique aqui para ler a denúncia na íntegra

Após analisar o caso, a Comissão poderá decidir por uma advertência a Paulo Guedes ou mesmo encaminhar uma sugestão para a sua exoneração. Criada por Decreto em 1999 e vinculada à Presidência da República, a Comissão tem como objetivo assegura o Código de Conduta da Alta Administração Federal, para isso recebendo denúncias de eventuais desvios cometidos por agentes de Estado.

De acordo com a denúncia do Fonacate, a declaração do Ministro Paulo Guedes “configuram desrespeito gratuito e desmedido a 12 milhões de servidores públicos, que buscam diuturnamente prestar serviço de qualidade à população brasileira, além de não condizerem com o decoro do Chefe de pasta que hoje congrega funções pertinentes à organização dos quadros de pessoal da Administração Pública”. Para o Fonacate, houve uma ” violação ao Código de Conduta da Alta Administração Federal e ao Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal”.

Saiba mais sobre Assédio Institucional no Serviço Público.