Reforma Administrativa é um “cavalo de tróia” para o Brasil

Notícias

Reforma Administrativa é um “cavalo de tróia” para o Brasil

 

A discussão sobre a Reforma Administrativa está “interditada”: questões realmente relevantes para o Brasil não são tratadas e a proposta do Governo Federal não aponta soluções claras para o planejamento da gestão pública federal.

Foi esta a ideia apresentada pelo presidente da Afipea, José Celso Cardoso Jr., durante Webinar promovido pelo Fonacate para lançar os Cadernos da Reforma Administrativa. Ele é autor do texto “Essencialidade do Planejamento Público e Capacidade Governativa no Brasil: aporias e utopias para um mundo pós-pandêmico“, em que aponta a necessidade da coordenação de políticas para superar as crises econômica, política e sanitária no Brasil.

“Uma reforma administrativa precisa pensar em um Estado Brasileiro mais efetivo, mais soberano, menos autoritário, mais inclusivo”, sustenta o pesquisador. O estudo elenca cinco dimensões relevantes para resgatar a função planejamento em âmbito público. “Nenhum tipo de reforma será exitosa se não estiver ancorada em um processo de legitimação política, de construção coletiva”, afirma.

Clique aqui para ler a publicação

Confira todos os Cadernos da Reforma Administrativa

Conheça também as Notas Técnicas da Afipea