Nota Pública: Em defesa do bom debate sobre a instituições públicas brasileiras

Notícias

Nota Pública: Em defesa do bom debate sobre a instituições públicas brasileiras

As recentes declarações na mídia a respeito da passagem de Márcio Pochmann, professor do Instituto de Economia da Universidade de Campinas (IE-Unicamp), como presidente do IPEA entre 2007 e 2012, ensejaram desconforto e críticas por parte da comunidade ipeana e de outras instituições de pesquisa em todo o país. 

A Associação dos Funcionários do Ipea (Afipea) preza, em sua atuação, pelo fortalecimento das capacidades institucionais do IPEA para a realização de pesquisas ancoradas no pluralismo metodológico, na interdisciplinaridade e no debate público franco que objetivam a qualificação de políticas públicas. 

Nesse sentido, ressaltamos que a gestão de Márcio Pochmann teve méritos em aspectos estruturais relevantes para o IPEA, como na sua recomposição orçamentária, na valorização salarial dos servidores e na realização de um novo concurso que repôs significativamente sua força de trabalho. Essa recomposição não se limitou ao plano quantitativo, uma vez que o concurso valorizou a pluralidade de formações e de orientações teórico-metodológicas dos pesquisadores. Isso permitiu não apenas expandir as áreas de atuação como também fortalecer o tratamento de temas já alcançados pelo órgão. Tal fortalecimento e renovação são essenciais a qualquer think tank contemporâneo, público ou privado.

Clique aqui para ler a nota na íntegra