Afipea por Direitos e Democracia

Comunicados

Afipea por Direitos e Democracia

Prezados associados,

Conforme disciplina o processo eleitoral para a Afipea e Afipea-Sindical a respeito da divulgação das chapas (Artigos 21 e 27 dos editais), segue abaixo comunicado da Chapa “Afipea por Direitos e Democracia”.

Lembramos que o período de votação online será em 14 e 15 de maio.

Os editais de convocação podem ser acessados neste link.

Comissão Eleitoral 


Carta de Princípios e Propostas 
Afipea 2019/2021

AFIPEA POR DIREITOS E DEMOCRACIA
É NA LUTA QUE A GENTE SE ENCONTRA

Poucas vezes na sua história, a organização Ipea e seu corpo de servidores e colaboradores precisaram tanto de sua Associação Sindical – a Afipea – como nos dias que correm…

No próximo biênio 2019/2021, no momento em que o Brasil atravessa uma combinação de crises econômica, política, social, ética e institucional de grandes proporções, abrem-se – com a renovação da gestão na Afipea – novas possibilidades de convergências e alinhamentos, bem como de posicionamentos e enfrentamentos, tanto internos como externos ao próprio Ipea. Neste sentido, interessa-nos:

Nesse sentido, interessa-nos, em particular:

  • Defender a comunidade ipeana e o próprio Ipea, com garantia das tradições técnico-políticas, da pluralidade e diversidade efetivas, da elevada qualidade e pertinência da sua produção institucional aos desafios nacionais, o que nos tornou uma referência para o processo de governar por mais de meio século;
  • Reagrupar e reanimar a comunidade ipeana (ativos, aposentados e pensionistas, Brasília e Rio de Janeiro) em torno das agendas associativo-sindicais típicas, como a progressiva e permanente formação do nosso quadro de servidores, a promoção da qualidade de vida no trabalho, por meio de iniciativas e eventos de aproximação, convívio e bem-viver;
  • Prosseguir com o trabalho de fortalecimento organizativo da Afipea para mapear e bem enfrentar, coletivamente, os desafios institucionais do Ipea na atualidade, tais como:
          • Carreiras do Ipea, em conexão com o Ciclo de Gestão das políticas públicas federais. Em particular, a correção das distorções geradas pela Lei 11.890/2008 (MP 440/2008) e o restabelecimento do tratamento isonômico em relação ao Ciclo de Gestão;
          • Planos de saúde, outros benefícios e as melhores alternativas para os nossos associados e associadas;
          • Mudanças e adequações das unidades do Ipea e da própria Afipea no período vindouro;
          • Discussão ampla, bem informada e aberta sobre estrutura e modus operandi do Ipea e suas áreas e formas de atuação junto ao poder executivo federal e demais poderes e instâncias governamentais;
          • Implementação de uma política de comunicação pública (e fortalecimento da comunicação interna) que leve em conta que o Ipea é um órgão que serve ao Estado e à sociedade, e não apenas ao governo;
          • Articulação sindical no plano federal com as demais carreiras típicas de Estado e outras interessadas no aperfeiçoamento e fortalecimento da Administração Pública brasileira.

Entendemos que a concretização dessas e outras propostas passa por um trabalho permanente da Afipea em torno da construção de um espaço respeitoso, saudável e propositivo de convivência e diálogo entre seus servidores, dirigentes e colaboradores, por meio do qual opiniões e posições díspares possam ser debatidas, defendidas e até mesmo publicadas – através da própria Afipea – sem censura nem retaliação de qualquer ordem.

Passa, igualmente, pela afirmação da necessidade de uma prática de transparência e responsabilização dos dirigentes do Ipea nos atos e intentos da gestão e frente aos legítimos representantes do seu corpo funcional, algo que será sempre cobrado pela Afipea.

O nome da nossa chapa – AFIPEA POR DIREITOS E DEMOCRACIA – é a síntese de nosso entendimento a respeito do que nos ameaça e da nossa missão.

E o nosso slogan – É NA LUTA QUE A GENTE SE ENCONTRA – expressa nossa concepção de trabalho coletivo na condução de uma entidade sindical.

A Afipea não é a sua direção. A Afipea é a comunidade ipeana unida e em marcha para realizar suas aspirações mais sentidas e construir o Ipea (e o Estado) necessários ao desenvolvimento nacional.

Para tanto, convidamos a comunidade ipeana a participar ativamente do processo eleitoral, conhecendo, conversando e votando nos colegas abaixo indicados:

AFIPEA POR DIREITOS E DEMOCRACIA

Presidente 
José Celso Cardoso Jr. (Ipea, 1997, Diest)

Vice-Presidente 
Fernando Gaiger Silveira (Ipea, 1998, Disoc)

Secretário-Executivo 
Bernardo Figueiredo (Ipea, 2006, Dides)

Diretor de Assuntos Jurídicos 
Antônio Teixeira Jr. (Ipea, 2009, Disoc)

Diretor de Esporte e Lazer 
Marco Aurélio Costa (Ipea, 2009, Dirur)

Diretor Sociocultural, de Comunicação, Divulgação, Estudos e Pesquisas 
Cleandro Krause (Ipea, 2009, Dirur)

Diretor de Promoção e Assistência Social 
Lucas Benevides (Ipea, 2009, Dides)

Diretor de Aposentados 
Raimundo Rocha (Ipea 1992, Disoc)

VICE-PRESIDÊNCIA REGIONAL (RJ)

Vice-Presidente Regional 
Joana Simões de Melo Costa (Ipea, 2004, Disoc)

Secretário-Executivo Regional 
Pedro Miranda (Ipea, 2004, Diset)

Diretora de Filiados Regional 
Marina Nery (Ipea, 2005, Ascom)

 
CANDIDATOS QUE APÓIAM E SÃO APOIADOS PELA CHAPA

CANDIDATOS AO CONSELHO FISCAL NACIONAL

Gabriel Coelho Squeff
José Gomes Machado
Milton Ferreira de Sousa
Rafael Guerreiro Osório
Sergei Suarez Dillon Soares
Tatiana Dias Silva

CANDIDATOS ÀS VAGAS DO CONSELHO DELIBERATIVO – BRASÍLIA

Alexandre dos Santos Cunha
Gustavo Luedemann
Hubimaier Cantuaria Santiago
Luana Simões Pinheiro
Luciana Mendes Santos Servo
Luis Carlos Garcia de Magalhães
Roberto Rocha Coelho Pires
Ronaldo Coutinho Garcia

CANDIDATOS ÀS VAGAS DO CONSELHO DELIBERATIVO – RIO DE JANEIRO

Graziela Ferrero Zucoloto
Maria Fernanda Mesquita Pessoa
Salvador Teixeira Werneck Vianna
Sandro Sacchet de Carvalho